A chilena Sara Rojo, doutora e pesquisadora teatral, analisa, em Teatro Latino Americano em diálogo: produção e visibilidade, aspectos da dramaturgia chilena em três períodos históricos (antes do golpe militar no Chile, período das ditaduras latino-americanas e neoliberalismo) relacionando-a a obras teatrais de países como Brasil, Argentina e Colômbia. Entrelaçando conceitos como a Partilha do Sensível, de Jacques Rancière e o conceito de Imagem, de Didi-Huberman, a autora desenvolve um estudo crítico e sensível sobre teatro e política na América Latina.

 

Este livro é dedicado a Ignacio Ossa Galdames (1943-1975), primeiro professor de teatro de Sara Rojo, assassinado pela ditadura militar chilena no centro de tortura Villa Grimaldi.

 

Sara Rojo é pesquisadora, diretora teatral e professora da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais. Realizou dois pós-doutorados: na Università degli Studi di Bologna (2001) e na Universidad de Chile (2017). Possui doutorado em Literaturas Hispânicas pela State University of New York (1991), mestrado (master of arts) pela State University of New York (1989) e mestrado (Magíster en Letras Hispánicas) pela Pontificia Universidad Católica de Chile (1985) e graduação em letras pela Pontificia Universidad Católica de Chile (1979).

 

Esta publicação teve apoio da Pós-Lit/CAPES/PROEX.

 

Ficha técnica:

 

Peso: 415g
Tamanho: 22 x 15,5 x 1,3 cm

Nº de páginas: 232
ISBN: 978-85-5876-000-3
Ano: 2016

Projeto gráfico e diagramação: Estúdio Lampejo

Teatro Latino Americano: Produção e Visibilidade - Sara Rojo

R$ 40,00Preço
    0