Eid Ribeiro

 

Eid José Ribeiro Aguiar é um dos artistas mais relevantes da cena artística mineira e nacional. Nascido em Caxambu em 1943, o dramaturgo, roteirista e diretor teatral já dirigiu e escreveu para coletivos como Grupo Galpão, Grupo Teatro Delle Radici (Suíça), Grupo Trama, Cia Acômica e Grupo Armatrux. Foi ainda fundador do Grupo Geração, coletivo teatral que atuou na resistência à ditadura militar no Brasil, repórter e colunista de diversos jornais mineiros e fluminenses e curador e diretor de programação do Festival Internacional de Teatro Palco & Rua de Belo Horizonte. Um dos artistas veteranos mais atuantes do cenário mineiro, Eid Ribeiro marca sua obra com um estilo inconfundível que traz referências que vão do teatro moderno norte-americano e europeu aos circos mambembes do Brasil; do experimental ao popular; do grotesco ao sublime; do existencial ao político.

 

Como dramaturgo, seus primeiros textos foram escritos durante sua internação no Sanatório dos Bancários, por decorrência de uma tuberculose, onde fez teatro com outros internos. Ingressando posteriormente no Teatro Universitário, em 1965, Eid passa a fazer parte de uma geração importante de autores que inclui nomes como Alcione Araújo e José Antônio de Souza. Desde então, seus textos já foram encenados por diversos grupos e diretores espalhados pelo país, vencedores de vários concursos e prêmios.

 

O livro

 

A coleção Eid Ribeiro reúne três livros com peças de teatro e crônicas do autor. Com prefácio da jornalista Soraya Belusi e posfácio do diretor e pesquisador Luiz Carlos Garrocho, os livros fazem um registro da produção dramática e literária de Eid Ribeiro. Dentre as 15 peças, a coleção apresenta desde as celebradas Lusco-fusco e Anjos e Abacates (já encenadas em várias cidades do país), até peças inéditas do autor, como Nightvodka e Tinto e a Baleia. O terceiro livro da coleção agrupa 48 crônicas escritas por Eid para o Jornal O Tempo entre os anos de 1996 e 2001. As crônicas fazem um retrato bem-humorado de Belo Horizonte e da vida de seus habitantes, principalmente daqueles que pouco aparecem nos diários oficiais.

 

A coleção é um marco no campo editorial para teatro na cidade, que ainda carece da publicação de seus grandes autores. Os três livros registram o legado de Eid Ribeiro para a dramaturgia nacional, ao mesmo tempo em que fomentam uma cena teatral contemporânea e viva. O projeto da Coleção, realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte, foi gestado pela produtora Ana Freire (POP Produções Artísticas) e editado pela Javali.

 

O livro 2 contém as peças:

 

- Delito Carnal

- Lusco Fusco

- Os três patéticos

- Corra enquanto é tempo

- O cachorro de três pernas

- Uma noite e tanto

- Tinto e a Baleia

- NightVodka

 

 

Ficha técnica:

 

Peso: 490g
Tamanho: 21 x 15 x 

Nº de páginas: 356
ISBN: 978-85-5876-004-1
Ano: 2016

Coleção Eid Ribeiro - Livro 2 Teatro

R$ 30,00Preço
    0